terça-feira, dezembro 13, 2005

Nha Mantenhas

O espaço que ora se cria, basear-se-a fundamentalmente na reflexão sobre a Guiné-Bissau, tentando trazer ao de cima de tudo um pouco que existe naquele país e não só. Iremos tentar regularmente abordar neste fórum, temas ligado a cultura, educação, política, economia e ambiente.

Pretendemos com este espaço, um debate sério e aberto, na busca de soluções para os grandes problemas com que a Guiné-Bissau depara.

Acreditamos vivamente que é possível mudar o rumo dos acontecimentos naquele país, através de diálogo. É preciso criar mais espaços para trocas de ideias e pensamento, com críticas constructivas em pról dum desenvolvimento sustentado.

9 comentários:

Camunhu Lundju disse...

Nha rispito pa bó

Mas uma vez paragens.
É com muita satisfação estar aqui para dar a minha contribuição e ajudar a pensar a minha linda e maravilhosa Guiné.
Nha djintis,
Olhar para situação da Guiné é uma meditação diaria que sequer muita paz interior e falar com coração, não com uma mente envenenada e flustrada como tenho visto nos ultimos anos.
Claro que temos motivos para essas atitudes mas quem ama com coração esse país maravilhoso medita sobre ela, não a condena porque somos todos filhos da mesma raíz apodrecida.
Na minha umildade gostaria de fazer deste espaço, um espaço diferente onde serão abordados temas não extremas pois todos nós estamos numa cama com a cabeça repousada numa "faca di Balanta".
agradeço imensamente o Sr. Nelson pela vontade e firmeza desta.
Um abraço forte e um beijo grande no coração de todos os Guineenses.

"Caminhu lundju"
Ansumane Cassamá (Pepas)
ansu75@hotmail.com

asnu disse...

os meus agradecimentos e desejos de muita forca e corragem,so quem tem amor da sua Patria pensa um projecto deste.
Devido a situacao de tensao que o mundo de hoje vive,o problema da nossa querida Guine precisa ser analisada com muito cuidado e muita calma e principalmente com boa fe e boa intencao.
Vamos nos encontrar mais vezes neste espaco para trocarmos ideias buscando rumo ao desenvolvimento.

Astride dos Santos

astride10@hotmail.com

pensar é libertar disse...

Sou filho da vida parido no colo do universo, cidadão de "usau nandó", a pátria de que tanto almejamos que progrida em todos os vertentes da sua real sustentabilidade como nação de Homens e não de outros seres. Por esta razão, não há cepticismo de que por mais tarde que seja virão melhores dias.Mas para tal é necessário que o medo se distancie da nossa luta e que a verdade prevaleça como corretor dos erros.
Apegado dum certo grau de visibilidade e patriotismo, doravante estarei escorrendo meus ideais neste "obulum" para que a esperança renasça, pois acredito que o futuro da Guiné, dependerá em grande medida dos esforços e mudança de mentalidade de seus futuros quadros dispersos á escala planetária.

Avelino Gomes Costa.
avelkost@hotmail.com

Matchu disse...

Gostei de saber da existencia de mais este espaco de reflexao. Gostei sobretudo de verificar a atencao do primeiro comentario, recomendando serenidade e compreensao. Vamos pois meditar a nossa Guine sem preconceitos nem julgamentos exacerbados. Vamos nos entender para preservar este pouco que temos.
Como um ex-governante, poderei ser considerado como suspeito, mas agradou-me registar o convite, e aqui fica a confirmacao da minha disponibilidade para dizer o pouco que devo saber das muitas verdades que se mantëm mudas neste pais real, que vai sofrendo por preferir adiar, o meio termo.
Ao Nelson, deixo o meu reconhecimento, pela corragem e pela iniciativa. Agora que arrancou não pode parar. Forca

Jorge Neto disse...

Olá Nélson, boa sorte para o Obulum. Votos de bom trabalho.JN

Policiano disse...

Parabéns!

Policiano disse...

Caro Companheiro Nelson; foi com imensa satisfação que vi a iniciativa da criação de OBULUM. Parabéns !mUITO ótimo esse editorial, num momento em que a desilusão (mais uma vez) ronda nossos corações pelo rumo que os nossos governantes querem levar a Guiné. A todos amigos e colaboradores desse espeço desejo Feliz Natal e um Ano Novo de muita saúde, muita Paz, muita Prosperidade e que 2006 todos os Guineenses coloquem muito amor nos seus corações para que tenhamos um País de Paz e sem ódio.

Aluta continua ...

Um abraço Amigo
Policiano Gomes
Valeu

Ndongle Akudeta disse...

Em gesto de parabenizar um amigo de longa data - Nelson - quero com isso enaltecer a sua iniciativa,a coragem, o desempenho e o desafio que propós a todos os guineenses - filhos da terra - no intuíto de porcionarem um ambiente sadio para o diálogo sobre a questão da guineidade, visando enaltecer o proprium cultural que nos diferencia dos outros povos dignos de respeito e consideração, da mesma forma que a nossa bandeira foi asteiada no mais alto podium da liberdade humana e da democracia, tendo em conta o respeito pelas deferenças e diginidade do ser perante a tribuna social, e o mais sofisticado meio de expressão e de comunicar veiculado pelo o mais directo e interagível meio de comunicação que é a intenet.
Não gostaria, nunca, de elogiar a ninguém. Pois, tiro toda a sensatez de que é o louvor da expressividade intelectual de que carece o ser guineense. Mas, cointudo, faço vénias de te louvar e agradecer pela ousadia e desafio que propuseste a todos os filhos da terra espalhados pelo mundo fora. Amen.
Do teu mais considerado amigo e colega, e companheiro da mesma trincheira:
www.djambadon.blogspot.com

joedelas disse...

Caro Nelson,
Hoje, pude eu orgulhar por ter contribuido de uma forma directa para seres aquilo que és, pois no princípio foi difícil,e agora tudo é uma "canja". Afinal valeu a pena estudar, estudar e estudar....
E ainda tu podes servir de veículo para a geração vindoura demonstrando que estudar é sempre bom e necesssário, pq agora estás a servir dos teus conhecimentos adqueridos ao longo de muitos anos de trabalho duro nas escolas que não eram escolas, para fazer valer o teu orgulho de ser um guineense que pensa e sonha c/ o bem-estar do povo sofredor da terra que lhe viu nascer. Caro Nelson, saiba que " querer nem sempre é poder e iniciar é muito fácil, mas continuar é muito mais difícil", para tal veja lá onde metes o pé, pq quero que esta tua obra seja eterna, visto ser muito necessário prar troca de ideias como foi definido no seus objectivos.
Podes contar com a minha modésta contribuição quando a situação assim o justificar, pois estou do seu lado é lá estarei para sempre. A guiné-bissau, precisa mais é de gente como tu e mais outros que anda por aí com boas ideias por materilizar em prol do nosso querido solo de Cabral ká murri.
Do teu Cap. Ti